sexta-feira, 2 de novembro de 2007

Filmes de Outubro de 2007

1. O Bom Pastor (The Good Shepherd, 2006, Robert De Niro) *1/2

2. Pecados Íntimos (Little Children, 2006, Todd Field) **

3. Um Bom Ano (A Good Year, 2006, Ridley Scott) *

4. Contatos Imediatos de Terceiro Grau (Close Encounters of the Third Kind, 1977, Steven Spielberg) *****

5. Zodíaco (Zodiac, 2007, David Fincher) ****

6. Vôo United 93 (United 93, 2006, Paul Greengrass) ***

7. Letra e Música (Music and Lyrics, 2007, Marc Lawrence) **1/2

8. A Noviça Rebelde (The Sound of Music, 1965, Robert Wise) ****1/2

9. A Praia (The Beach, 2000, Danny Boyle) **1/2

10. Johnny & June (Walk the Line, 2005, James Mangold) **1/2

11. Popeye (1980, Robert Altman) ***

12. Uma Canção de Amor Para Bobby Long (A Love Song for Bobby Long, 2004, Shainee Gabel) **

13. A Casa Monstro (Monster House, 2006, Gil Kenan) **1/2

14. Deja Vu (Deja Vu, 2006, Tony Scott) **1/2

15. Um Crime de Mestre (Fracture, 2007, Gregory Hoblit) **

16. Nunca é Tarde para Amar (I Could Never Be Your Woman, 2007, Amy Heckerling) **1/2

17. Aos Treze (Thirtheen, 2003, Catherine Hardwicke) ***1/2

18. O Ano Em Que Meus Pais Saíram de Férias (2006, Cao Hamburger) **1/2

19. A Rainha (The Queen, 2006, Stephen Frears) **1/2

20. As Três Máscaras do Terror (I Tre Volti Della Paura, 1963 , Mario Bava) ***

21. Eleição (Election, 1999, Alexander Payne) ****1/2

22. Conta Comigo (Stand by Me, 1986, Rob Reiner) ***1/2

23. Número 23 (The Number 23, 2007, Joel Schumacher) *1/2

24. A Agenta Secreta do Meu Namorado (Little Black Book, 2004, Nick Hurran) ***

25. Noivo Neurótico, Noiva Nervosa (Annie Hall, 1977, Woody Allen) *****

26. De - Lovely – Vida e Amores de Cole Porter (De-Lovely, 2004, Irwin Winkler) *1/2

*Popeye foi visto na tv, Nunca é tarde para amar no cinema, o resto em dvd.

2 comentários:

Heron disse...

Ah, finalmente uma lista no-fake.

Obrigado pelas cinco estrelinhas de Contatos, fico lisongeado.

Mas A Rainha é legal, larga de ser rabugento... Vc teve uma primeira impressão terrível, deve ser por isso...

Marcus Alves disse...

Muitos filmes de 2006, aliás.