domingo, 22 de abril de 2007

O Massacre da Serra Elétrica: O Início ( *1/2 )


Mais um pra lixeira
Não ia nem escrever sobre este aqui, mas vendo esse festival de horror, no mau sentido, fiquei curioso sobre o que leva tanta a gente a se envolver em um produto tão gratuito e inócuo, violento em excesso só por não ter a capacidade de ser algo a mais. Bom, por outro lado eu gastei duas horas da minha vendo isso, então talvez tal indagação seja contraditória, mas enfim...

O que mais me incomodou nesse prequel (ou seja, conta eventos que se passam antes do primeiro filme) do remake (quantos títulos...) do Massacre da Serra Elétrica não é só o cheiro de carne podre, mas a total falta de criatividade, tão presente nos filmes de terror. O esquema é praticamente o mesmo da produção de 2003, que era melhor e divertia, sem tirar nem pôr, com uma ou outra variação, pra justificar o trabalho do roteirista.

Mas o plot em si já é imbecil e estraga o que havia de melhor sobre os filmes anteriores da franquia (considerando apenas o original e o remake, os únicos que eu vi. As continuações oitentistas e afins têm cara de lixo), ou seja, o mistério e a insanidade em torno daquela família de canibais. Se um personagens não tem os dentes da frente, se outro é louco e adora arrancar o rosto de suas vítimas e se mais outro não tem as pernas, tudo será explicado aqui, respondendo questões que não precisam de respostas. E tudo tratado como se fosse uma sacada de gênio.

Sobram os sustos básicos de sempre, os mesmos coadjuvantes que sofrem mais uqe os protagonistas, sangue pra tudo o que é lado, e atores como R. Lee Ermey, que um dia trabalhou com Stanley Kubrick, pagando mico em papéis ridículos. Filme forçado e dispensável.

OBS: Não entendi por que esse não passou nos cinemas brasileiros, mesmo tendo sido fracasso nas bilheterias americanas,a julgar pela quantidade de porcarias de quinta que estréiam toda semana no país.

O MELHOR: alguns sustos safados, mas que funcionam
O PIOR: o mau gosto de tudo, e o roteiro retardado

3 comentários:

Jt. Daniel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bolo doido disse...

migote's
eu ja tava [pouco, mas tava] deixando de preconceito com horror movies pos 92...mas esse prequel realmente trouxe a tona todo preconceito e ojeriza q eu sinto desses parasitas q se dizem fãs de horror mas so fazem cuspir no gênero fazendo esses horror [no sentido mais escroto, e com as obras, n com o psicologico] movies toscos...
o roteiro me da dó...na verdade me da raiva! e o sacana do roteirista e os produtores falaram com tanto orgulho dakela merda! eles se preocuparam tanto em elucidar as origens dos defeitos fisicos da galera canibal, q esqueceram no principal. a falta de coerencia e de vergonha na cara imperam no roteiro.
nossa...vou ate parar de falar mal pq eu amo mt o leather face...morri
reflitam todos
bjoscomentei

Saul disse...

Realmente é um lixo. No mal sentido da palavra lixo rs