sexta-feira, 9 de março de 2007

Serpentes a Bordo ( ** )


Serpentes a Bordo não é um filme B de raiz, mas um B planejado pra ser B e fazer muita grana. Bom, não deu muito certo, tanto pelo resultado na tela, quanto pela bilheteria fraca que o filme obteve.

Mas é um filme tão safado e orgulhoso de sua canastrice que escapa de ser uma bomba. Pra imaginar o nível de cara de pau presente aqui, basta dizer quem em dois momentos do filme algum personagem solta um “bom,eu não acredito que vou dizer isso, mas a situação é a seguinte...”. Claro que deve ser uma espécie de auto-paródia(é melhor acreditar nisso), e acaba até sendo engraçado.

Samuel L. Jackson é mesmo o cara certo para estar no filme, ele já está virou um especialista em estrelar filmes de primeira(na produção,claro) disfarçados de longas vagabundos. E não tem como não rir na cena em que o seu personagem descobre por um especialista em cobras que alguma substância está atiçando os bichos: That’s good news...snakes ON CRACK!!!!!!!

Bom, o problema é que por mais que o filme seja divertdo, não há tensão. Claro que não é legal ver um monte de cobras saindo de tudo que é lugar dentro de um avião, mas o horror é muito mal explorado aqui. O filme funciona mais como comédia do que como terror, e o diretor parece estar ciente disso. Outro ponto fraco são as tais estrelas do filme-as cobras feitas em computação gráfica são toscas e não convencem de jeito algum.

Filme mais ou menos, vale pela curiosidade.

E eu nem tentei questionar o plano ultra-imbecil dos vilões do filme, afinal pra matar uma testemunha ou derrubar um avião há maneiras bem mais práticas e convincentes do que encher o lugar de serpentes. Mas se eu quis gastar duas horas de minha vida pra ver um filme com uma sinopse dessas, é mais idiotice ainda reclamar do plot.

2 comentários:

Julio disse...

Filme "B"? Só se for de bosta rsrsrsrs Os pobrezinhos dos trash movies não mereciam "homenagem" tão inglória. Falando em trash, o que achou de "Seres rastejantes"? Desse eu gostei.

Roberta disse...

Olha Jhobs, tente ver aos coisas pelo lado positivo...vc nem viu a grande arte que o guri galego fez...uma obra prima de uma cobra naja com seus 1547896 dentes e pintado com as 50 cores da Faber Castels sem uma borda errada! E olha q o avião estava balançando e o irmão dele com o braço caindo...Vale apena observar essas coias! rsrs